Encontrar empresa por:

Ícone TítuloColunas

Compartilhe:

Como você se comunica consigo?

Nos dias atuais, nosso bem mais precioso é o tempo. Lutamos a todo momento para fazermos mais com menos recursos, com menos tempo. Buscamos eficácia, eficiência, produtividade, resultados excelentes.
 
Para isso, muitas vezes, comemos mal, nos tornamos sedentários, abandonamos sonhos e nos esquecemos de cuidar da principal máquina que permite que tudo isso ocorra: nosso corpo!
 
Quando ele começa a falhar, corremos para o médico ou para a farmácia mais próxima e nos automedicamos, não é mesmo?!
 
E se eu te disser que existe um remédio, sem contraindicação, que pode melhorar seu humor, sua atenção, que pode prevenir um infarto do miocárdio, uma doença do cérebro como o Alzheimer, pode melhorar os sintomas da depressão, da ansiedade.
Este remédio se chama meditação.
 
Quando você se volta para si, passa a entender as reais necessidades de seu corpo, presta atenção ao que realmente importa para que ele continue funcionando em perfeito estado; os benefícios se tornam inumeráveis! Tanto é que em Harvard, Oxford e Cambridge, há centros de estudos para meditação.
 
Imagino que esteja pensando que isso é perda de tempo. Acredite, não é. No começo pode parecer maçante, difícil de praticar. Entretanto, ao persistir, você notará que seus pensamentos ficarão mais serenos e direcionados, que suas decisões serão mais acertadas e que os resultados serão positivos, de forma geral.
 
Hoje em dia, temos milhares de pessoas que passaram a gerir empresas sozinhas, fazendo de tudo e tendo pouco tempo para cuidarem de si mesmas. E isso não é diferente para quem trabalha em grandes empresas.
 
A estafa não tardará a chegar para essas pessoas. Mas a prática da meditação, de escutar a si mesmo, pode minimizar muito a sobrecarga do dia a dia. Ela nos ajuda a manter o foco, sendo, para isso, utilizadas várias técnicas.
 
Empresas no mundo inteiro têm dado mais atenção a esta ferramenta que já é utilizada há centenas de anos. Com o advento da tecnologia, o nível de ansiedade por informações leva milhares de pessoas a níveis de estresse que chegam a se tornar doenças crônicas.
 
Por meio de estudos científicos, já está comprovado que ações, como a meditação, têm sido a cura para muitos males, inclusive o estresse.
 
Esta prática tem sido adotada, no mundo ocidental, em diversas escolas, na mais tenra idade, a fim de criar esta cultura nos pequenos, para que se torne um hábito para a vida toda.
 
Se você tem percebido que sua respiração está sempre curta, que não encontra respostas para suas indagações, que quer sempre “soltar os cachorros” em cima de alguém, pare, respire, foque num objeto qualquer e busque abstrair seus pensamentos do seu redor; esvazie sua mente.
 
Não é uma prática tão simples quanto piscar os olhos, mas os resultados são tão benéficos quanto admirar um sorriso. Milhares de células são bombardeadas pela sensação de paz, de conforto; o oxigênio circula melhor pelo corpo e o resultado final é uma sensação de plenitude.
 
Se ainda não parou para meditar hoje, sugiro que o faça. Comece com 10 minutos. Mesmo que sua mente divague, traga-a de volta para seu propósito. Esta é uma das razões pela qual seu foco melhora!
 
Se não acredita, apenas tente, afinal, não vai perder nada com isso! O que são 10 minutos perante uma vida inteira?