Encontrar empresa por:

Ícone TítuloColunas

Compartilhe:

O processo de venda

19/03/2018
 
 

O processo de venda em muitas empresas é mais impactante do que o produto entregue. Mas, não se deixe iludir por esta forma capitalista de mostrar o que não é.

É até mais fácil de ser ver isso quando se compra ou se vende software. Posso falar a respeito com segurança pois, depois de 46 anos atuando na área, esse modo de vender e de entregar é danoso para quem compra, pois o cliente pode estar comprando “gato por lebre”.
 

Vejo empresas que têm um processo de venda extraordinário, pessoal de venda bem vestido, apresentações maravilhosas, prova de conceito (POC) fantástica, convites para almoços e jantares em lugares 5 estrelas. O comprador fica impressionado, achando que está seguro na escolha. Ele pensa, com segurança, que eles estão falando e mostrando aquilo que precisa comprar. Além disso, se for uma marca importante do mercado, ele acaba comprando, na certa. É aqui que surge o risco de se comprar “gato por lebre”. Empresas vendem uma ilusão e entregam um pesadelo.

Tenho muitos clientes que foram enganados pelo processo de venda e eu tenho sido testemunha do enorme esforço que tiveram de fazer para se livrarem do que compraram.

Sempre preguei de que o que se deve vender é a qualidade dos serviços que podemos entregar e não apenas as aparências apresentadas.

Quem compra aparência recebe só a carcaça. Carcaça quem gosta é urubu.

Devemos praticar a ética e a honestidade quando vendemos e entregar exatamente aquilo que foi comercializado.

Homem de venda honesto: “se você acha que o produto que você vende não é exatamente aquele que apresenta, peça demissão ou mude de fornecedor. Seu cliente agradece”.


A opinião apresentada neste artigo é de responsabilidade de seu autor e não da ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software.