Encontrar empresa por:

Ícone TítuloColunas

Compartilhe:

O que lhe faz feliz?

18/06/2018


Estamos vivendo em uma era, na qual a busca pela felicidade tem sido uma constante. Daí me pergunto: será que as pessoas não eram felizes? Ou eram e não sabiam? A grande questão é entender o que nos faz felizes. E isso é muito variável, de pessoa para pessoa.
 
Já ficou mais do que comprovado que ser feliz não está diretamente ligado à quantidade de dinheiro que possamos ou não ter. Existem inúmeros exemplos de pessoas que sobrevivem com bem pouco, mas que são extremamente felizes.
 
A ciência tem evoluído muito neste campo e, hoje, já se sabe que o cérebro, e não o coração, está ligado à felicidade. E ser feliz é uma escolha diária. Falo muito sobre isso, pois acredito fortemente nesta verdade.
 
Tenho lido muito sobre atenção plena e a forma como olhamos e damos atenção para os acontecimentos em nossas vidas. Isso é um tema muito interessante sobre o qual discorrerei em outro artigo. Mas, vamos à felicidade!
 
Neste fim de semana, fui passear na praia com minha cachorra, uma labradora linda, que já está idosa. Isso era um sonho meu (e imaginava que dela também) que, por correria da vida, sempre deixei passar. No sábado olhei para ela e disse: “chega de esperar...a hora é AGORA e não amanhã. Afinal, já se passaram anos e sempre ficou para amanhã!”
 

Coloquei-a comodamente no carro e lá fomos nós duas para um delicioso fim de semana no litoral. O impressionante foi ver que a felicidade dela foi simplesmente estar 24 horas ao meu lado. Parecia minha sombra.
 
Confesso que correr com ela na praia e jogar a bolinha para que ela fosse buscar foi a MINHA maior FELICIDADE. Mesmo idosa, seu vigor impressiona e sua respiração ofegante de alegria intensa enternece até hoje meu coração. Não consigo mensurar a alegria dela, embora saiba que ficou muito feliz ao poder correr livremente pela areia de uma praia tranquila num dia ensolarado. Mas, a maior alegria, creio, que foi minha mesmo! E como sou grata por ter vivido este momento!!!
 
Daí, parei para analisar: quantas oportunidades simples deixamos passar nas quais poderíamos viver e sermos realmente felizes. A felicidade está nos detalhes, como sempre digo. E pode ser algo trivial.
 
Sabe aquele ditado que diz que o menos é mais?! É verdade. E, mais do que perceber, tornar reais essas ações no hoje, faz com que nossos níveis de endorfina, oxitocina, dopamina e serotonina – os hormônios que nos trazem felicidade – se multipliquem rapidamente.
 
Se você está em busca dessa tal felicidade, olhe para seu jardim, pois o pássaro azul (menção ao filme: “O pássaro azul”, de 1940), pode estar no seu quintal e você não está nem percebendo.

Seja feliz hoje. Não espere resolver ser feliz quando atingir algo no amanhã, pois o amanhã pode não chegar e, se chegar, você pode já ter colocado sua felicidade num outro dia, em outro amanhã.