Encontrar empresa por:

Ícone TítuloServiços :: Comitês ABES

Compartilhe:


Comitês ABES
 

Com o objetivo de estimular a participação dos associados nos projetos da entidade e nos rumos da indústria brasileira de software e serviços, a ABES criou, em 1995, os Grupos de Trabalho (GT) que, desde 2013, passaram a usar a denominação de Comitês. Eles funcionam como fóruns para discussão de assuntos específicos relacionados ao setor, apresentação de propostas e planos de ações.

O funcionamento dos comitês é orientado por um regimento interno estabelecido pela associação, que define as melhores práticas: funcionamento, forma de atuação, resultados e relatórios.

No dia a dia, os comitês devem ser um constante canal de comunicação entre o quadro associativo, o Conselho Deliberativo e a Diretoria Executiva.

 
Contribuições dos Comitês

Ao longo de sua trajetória, a ABES já promoveu a criação de vários Comitês, tais como: Mercosul/Mercado Externo, Multimídia, Informática nas Escolas Públicas,  Antipirataria, Telecomunicações e Questões Fiscais e Tributárias. Eles geraram planos de trabalho que trouxeram grandes avanços e contribuíram efetivamente para a redução dos custos operacionais das empresas, simplificação do quadro tributário no Brasil e melhoria da regulação do setor.

Um grande exemplo foi a aprovação da Lei Complementar nº 116, que determinou que as atividades de informática recolhessem apenas ISS, incluindo a elaboração de programas de computador e o licenciamento ou cessão de direito de uso de softwares.

 
Novos Comitês

A ABES está sempre aberta para sugestões de temas referentes à criação de novos comitês. Participe!

Fale conosco ou entre em contato com a Central de Relacionamento ABES:
(11) 2161 2833.
 
Comitê de Propriedade Intelectual

O Comitê de Propriedade Intelectual, formado em 2011, é resultado da união dos Comitês "Antipirataria Consumo" e "Antipirataria Corporativa", que visa defender o respeito à propriedade intelectual do software no Brasil.

Entre as atividades desse Comitê, destacam-se o acompanhamento de operações antipirataria realizadas nas regiões de maior concentração do problema, fornecimento de suporte logístico nas operações realizadas pelas autoridades policiais, monitoramento da Internet para remoção de anúncios de vendas de programas não licenciados, disseminação de informações sobre o direito autoral, atividade legislativa que visa à redução de impostos e promoção de campanhas educativas.

Coordenação: Andrea Salfatis
 
Comitê Regulatório

Criado em junho de 2014, o Comitê Regulatório tem como objetivo discutir questões regulatórias de relevância nacional para o setor de tecnologia e software, possibilitando que os empresários e seus representantes participem mais intensamente dos debates em torno das leis, políticas e programas governamentais que impactam o setor de TIC. O comitê irá contribuir para o posicionamento da entidade em prol de um ambiente regulatório favorável ao desenvolvimento do mercado, papel que faz parte da missão da ABES.

Entre os temas da agenda do Comitê Regulatório estão competitividade, tributação e incentivos, regulamentação do Marco Civil, Anteprojeto de Proteção de Dados Pessoais e o aprimoramento da Lei de Informática.  O Comitê já desempenhou um papel importante na elaboração do plano “Por um Brasil Digital e Competitivo”, entregue aos presidenciáveis e candidatos a governos estaduais durante a campanha das Eleições de 2014 e assinado pela ABES, Assespro e Brasscom.

Coordenação: Fabio Rua
 
Grupo de Trabalho de Tributação
 
Vinculado ao Comitê Regulatório, a ideia de criação do Grupo de Trabalho de Tributação, formado em julho de 2015, surgiu a partir da identificação de uma preocupação crescente pelas questões tributárias, bem como a necessidade de envolver mais profundamente a entidade na elaboração de projetos que visem melhorar os marcos regulatórios relevantes para o setor.

O GT Tributação se propõe a estudar temas relacionados à tributação das operações com software e outros serviços de tecnologia da informação, propor à ABES, por meio do Comitê Regulatório, ações vinculadas à tributação dessas atividades, além de divulgar informações, dicas ou sugestões sobre o tema para os demais associados, um tópico fundamental para o bom andamento dos negócios e da competitividade das empresas brasileiras.

Coordenação: André Iizuka e Fernando Arakaki 
 
Comitê de SaaS
 
Este comitê tem como objetivos identificar as melhores práticas no segmento de SaaS (software como serviço, em inglês), fomentar a inovação e orientar as empresas interessadas em migrar suas soluções para este novo formato de venda de software.  No atual cenário do mercado global de TIC, a associação entende que fabricantes e desenvolvedores necessitam de um rápido e profundo reposicionamento estratégico para entender e tomar decisões sobre temas ligados à governança, arquitetura da aplicação, codificação, redefinição de custos, precificação, análise do comportamento dos consumidores e entendimento da dinâmica do mercado. A entidade também tem o propósito de desenvolver uma certificação que demonstre a maturidade das empresas de software em relação ao SaaS.

Coordenação: Lauro de Lauro, CEO da Dualtec 
 
Comitê IoT ABES
 
O Comitê IoT (internet das coisas, da sigla em inglês) da ABES tem como objetivo reunir e disseminar conhecimento sobre as tecnologias relativas a esse campo, estimulando a cooperação e articulação entre associados, poder público e centros pesquisas, visando ao desenvolvimento da indústria de TIC em IoT no Brasil, bem como construir um ambiente de incentivo a sinergias de negócios entre os associados voltados a IoT e disseminar seus produtos e serviços.

Os sistemas inteligentes de IoT impactam a indústria, o comércio, a gestão pública, a medicina, a agropecuária, os esportes e, até mesmo, o ambiente doméstico. Eles interagem com as mais recentes tecnologias disruptivas desenvolvidas: cloud computing, big data, mobilidade, segurança da informação, wearables e transformação digital. Entre os desafios dos empresários e usuários estão: promover a integração dessas tecnologias e preparar as empresas a capitalizarem os impactos de IoT em seus negócios e na qualidade de vida das pessoas.

Coordenação: Werter Padilha, CEO da Taggen, empresa especializada em soluções tecnológicas IoT/RFID

 
Comitê de Segurança da Informação
 
Com a crescente importância da segurança da informação e das redes, diante da realidade do grande fluxo global de dados e da transformação digital dos negócios (públicos e privados), bem como a necessidade de combater as crescentes e complexas ameaças, a ABES criou, em agosto de 2017, o Comitê de Segurança da Informação e Riscos Cibernéticos.

A atuação do comitê se baseia em três grandes eixos: mitigação de riscos e conscientização, que visa estabelecer e divulgar medidas imprescindíveis com o fim de proteger informações sensíveis das empresas, como contratos, lista de clientes, patentes não depositadas, entre outras; compliance e regulamentação, que está relacionado à necessidade das empresas se adequarem às leis, aos melhores padrões e práticas e às regulamentações nacionais e internacionais; e identificação de novas oportunidades de mercado: propiciadas pelos avanços tecnológicos, como o bitcoin.

Coordenação: Roberto Gallo, CEO da Kryptus Segurança da Informação

 
Qualquer empresa associada pode participar dos Comitês, com abertura para entidades externas que sejam convidadas pelos associados.

Para mais informações, fale conosco ou entre em contato com a Central de Relacionamento ABES: (11) 2161 2833.

Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h30.