Dados do Setor

Estudo Mercado Brasileiro de Software 2020Setor cresce no Brasil 10,5% em 2019
 
O crescimento brasileiro foi maior que a média mundial
O Estudo “Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências 2020”, publicado pela ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software em parceria com o IDC, aponta crescimento de 10,5% do setor em 2019,  com uma movimentação de R$ 161,7 bilhões (US$ 44,3 bilhões), se considerados os mercados de software, serviços, hardware e também as exportações do segmento. O crescimento brasileiro foi maior que a média mundial, pois o estudo aponta que o setor de TI cresceu 5% no mundo em 2019. O Brasil representa 1,8% do mercado mundial de TI e 40,7% do mercado da América Latina. Os investimentos neste segmento foram na ordem de 2,3% do PIB. Segundo o estudo, dentro do segmento de TI, o mercado de software apresentou crescimento mais acentuado em 2019, da ordem de 16%. Já os softwares e serviços para exportação aumentaram 29% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Para obter o relatório na íntegra, faça o download aqui.
 
 
Histórico do Estudo Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências
O estudo é baseado nos dados consolidados por 50 escritórios da IDC, divididos em seis regiões mundiais.

Desde 2005, a ABES e o IDC, uma das principais empresas de consultoria e inteligência de mercado com foco em TI e Telecom, realizam e divulgam o Estudo “Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências”, que permite conhecer a fundo este segmento econômico.

Ele apresenta, detalhadamente, dados confiáveis sobre os mercados brasileiro e mundial de software, as taxas de crescimento, evolução e tendências do setor, que são essenciais para o direcionamento das estratégias das empresas que competem no setor.

Este estudo é uma importante ferramenta empresarial que está à disposição nesse portal para consulta pelos associados e demais públicos que se interessarem. É possível ler ou fazer download dos documentos divulgados desde o início da realização deste estudo (ano a ano).

2019
Investimentos em TI no Brasil crescem 9,8% em 2018
 
País ocupa 9º lugar no ranking mundial, segundo estudo da ABES com o IDC
O Brasil se mantém em 9º lugar no ranking mundial de investimentos em TI, de acordo com prévia do estudo “Mercado Brasileiro de Software e Serviços”, da ABES com IDC, divulgada durante o jantar de posse da nova diretoria executiva da associação, ocorrido no dia 1º de abril, em São Paulo. O documento, que utiliza dados do IDC referentes ao último ano, mostra que os investimentos em TI (software, hardware e serviços) no Brasil superaram as expectativas para 2018, chegando a US$47 bilhões, um crescimento de 9,8% em relação a 2017, mais que o dobro da previsão para o ano, que foi de 4,1%.
 
Clique aqui para fazer o download do Estudo Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências ABES/IDC 2019 – dados 2018.
 
Histórico do Estudo Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências
O estudo é baseado nos dados consolidados por 50 escritórios da IDC, divididos em seis regiões mundiais.

Desde 2005, a ABES e o IDC, uma das principais empresas de consultoria e inteligência de mercado com foco em TI e Telecom, realizam e divulgam o Estudo “Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências”, que permite conhecer a fundo este segmento econômico.

Ele apresenta, detalhadamente, dados confiáveis sobre os mercados brasileiro e mundial de software, as taxas de crescimento, evolução e tendências do setor, que são essenciais para o direcionamento das estratégias das empresas que competem no setor.

Este estudo é uma importante ferramenta empresarial que está à disposição nesse portal para consulta pelos associados e demais públicos que se interessarem. É possível ler ou fazer download dos documentos divulgados desde o início da realização deste estudo (ano a ano).

2018
Investimentos em TI no Brasil aumentam 4,5% em 2017
 
Estudo Mercado Brasileiro de Software, realizado pela ABES em conjunto com o IDC, aponta investimentos de US$ 38 bilhões no Brasil, em hardwares, softwares e serviços durante o ano de 2017.

O mercado de TI (hardwares, softwares e serviços) no Brasil cresceu 4,5%, de acordo com o estudo anual da ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software), realizado em conjunto com a consultoria IDC. No topo da lista de investimentos em TI na América Latina, o Brasil registrou cerca de US$ 38 bilhões em investimentos em hardwares, softwares e serviços durante o ano de 2017, seguido por México (US$ 20,6 bi), Argentina (US$ 8,4 bi) e Colômbia (US$ 7 bi). No ranking mundial, o país ficou em nono lugar na lista que encabeçam na sequência: Estados Unidos (US$ 751 bi), China (US$ 244 bi), Japão (US$ 139 bi), Reino Unido, Alemanha, França, Canadá e Índia. No total, foram US$ 2,07 trilhões em investimentos em TI no último ano.

Já os investimentos em TIC (TI + Telecom) somaram, mundialmente, US$ 3,55 trilhões em 2017, sendo US$ 105 bilhões somente no Brasil – o que lhe garantiu o sexto lugar no ranking geral, recuperando uma posição em relação ao ano anterior.

Clique aqui para fazer o download do estudo completo ABES/IDC 2018 – dados 2017.

 

Histórico do Estudo Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências
O estudo é baseado nos dados consolidados por 50 escritórios da IDC, divididos em seis regiões mundiais.

Desde 2005, a ABES e o IDC, uma das principais empresas de consultoria e inteligência de mercado com foco em TI e Telecom, realizam e divulgam o Estudo “Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências”, que permite conhecer a fundo este segmento econômico.

Ele apresenta, detalhadamente, dados confiáveis sobre os mercados brasileiro e mundial de software, as taxas de crescimento, evolução e tendências do setor, que são essenciais para o direcionamento das estratégias das empresas que competem no setor.

Este estudo é uma importante ferramenta empresarial que está à disposição nesse portal para consulta pelos associados e demais públicos que se interessarem. É possível ler ou fazer download dos documentos divulgados desde o início da realização deste estudo (ano a ano).

2017

Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências / edição 2017
Dados consolidados de 2016

O estudo Mercado Brasileiro de Software e Serviços 2017, produzido pela Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES) em parceria com a IDC (International Data Corporation), indica que o mercado brasileiro de Tecnologia da Informação, incluindo hardware, software, serviços e exportações de TI, movimentou 39,6 bilhões de dólares em 2016, representando 2,1% do PIB brasileiro e 1,9% do total de investimentos de TI no mundo, um resultado inferior às participações apontadas no ano de 2015. No mundo, os investimentos neste setor cresceram 2% e somaram US$ 2,03 trilhões em 2016.

Já no ranking de investimento no setor de TI na América Latina, o país se manteve em 1º lugar, com 36,5% dos investimentos, somando US$ 38,5 bilhões, seguido por México (22,9%) e Colômbia (10,2%). Ao todo, a região latino-americana soma US$ 105,3 bilhões.

Baixe o estudo completo com a evolução dos indicadores e as principais previsões no link.

2016

Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências / edição 2016
Dados consolidados de 2015

O estudo Mercado Brasileiro de Software e Serviços 2016, produzido pela Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES) em parceria com a IDC (International Data Corporation), mostra que o Mercado de TI no Brasil, incluindo hardware, software e serviços, aumentou 9,2% no ano passado, contra os 5,6% da média global de crescimento. No mundo, os investimentos neste setor somaram US$ 2,2 trilhões em 2015.

Já no ranking de investimento no setor de TI na América Latina, o país se manteve em 1º lugar, com 45% dos investimentos, somando US$ 59,9 bilhões, seguido por México (20%) e Colômbia (8%). Ao todo, a região latino-americana soma US$ 133 bilhões. Responsável por quase metade dos investimentos em TI na região, o Brasil mantém uma liderança regional relevante.

Para ver a pesquisa completa, clique aqui.

2015

Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências / edição 2015
Dados consolidados de 2014

A Indústria Brasileira de TI está posicionada em 7º lugar no ranking mundial, com um investimento de US$ 60 bilhões, em 2014. Se considerarmos somente o setor de Software e Serviços de TI, sem exportações, o montante somou US$ 25,2 bilhões no ano passado. O estudo aponta que o Brasil está posicionado em 1º lugar no ranking de investimentos no setor de TI na América Latina, com 46% desse mercado que, em 2014, somou US$ 128 bilhões. Ao considerar isoladamente o Mercado de Software, o faturamento atingiu no ano passado a marca de US$ 11,2 bilhões, sem exportações. Já o Mercado de Serviços registrou valor na ordem de US$ 14 bilhões em 2014.

Para ver a pesquisa completa, clique aqui.

2014

Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências / edição 2014
Dados consolidados de 2013

O mercado doméstico de Tecnologia da Informação, que inclui hardware, software e serviços, movimentou 61,6 bilhões de dólares em 2013, representando 2,74% do PIB brasileiro e 3% do total de investimentos de TI no mundo, um resultado muito positivo e superior às participações apontadas no ano anterior. Deste valor, 10,7 bilhões vieram do mercado de software e 14,4 bilhões do mercado de serviços, sendo que a soma destes dois segmentos já superou 40% do mercado total de TI, um forte indicativo da passagem do país para o grupo de economias que privilegiam o desenvolvimento de soluções e sistemas.

2013
Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências / edição 2013
Dados consolidados de 2012
 
O mercado brasileiro de software e serviços atingiu um faturamento de US$ 27,1 bilhões em 2012, incluindo exportações de US$ 2,24 bilhões, o que representa um crescimento de 26,7% em relação a 2011.  O segmento de software foi responsável por uma receita de US$ 9,668 bilhões enquanto que os serviços responderam por US$ 17,510 bilhões. Neste cenário, o bom desempenho do mercado de software e serviços garantiu ao Brasil subir três posições no ranking mundial, passando a ocupar a 7ª posição.
2012
Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências / edição 2012
Dados consolidados de 2011
 
O mercado brasileiro de software e serviços atingiu um faturamento de US$ 21,4 bilhões em 2011, incluindo exportações de US$ 1,9 bilhão, o que representa um crescimento de 12,6% em relação a 2010.
 
O segmento de software foi responsável por uma receita de US$ 6,3 bilhões, com elevação de 14,9% na comparação anual. Os serviços responderam por US$ 15,1 bilhões, desempenho 11,9% superior ao registrado em 2010.
2011

Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências / edição 2011
Dados consolidados de 2010

Na contramão do cenário vivido pelo mercado mundial de software e serviços, que cresceu apenas 0,5% em 2010, o mercado brasileiro passou por forte retomada no período, tendo movimentado cerca de US$ 19,04 bilhões, um salto de 21,3%. Deste total, US$ 5,510 bilhões referem-se a software, o equivalente a 1,8 % do mercado mundial, e US$ 13,530 bilhões a serviços relacionados, com 2,2% do mercado global. Esses resultados possibilitaram que o mercado nacional subisse uma posição no ranking mundial, passando a ocupar o 11º lugar.
Também alcançando retomada, o mercado mundial de Tecnologia da Informação atingiu o patamar de US$ 1,54 trilhão, um crescimento de 7,7% sobre o ano anterior. A América Latina, por sua vez, atingiu em 2010 um total de US$ 74,6 bilhões, sendo que o Brasil representou o maior mercado regional, correspondendo a 49,6 % do total.
2010

Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências / edição 2010
Dados consolidados de 2009

Mantendo-se estável no cenário mundial de softwares e serviços, o mercado brasileiro ocupou a 12ª colocação no mundo e movimentou cerca de US$ 15,3 bilhões em 2009 — saldo 2,4% acima do alcançado no ano anterior. Desse total, US$ 5,4 bilhões referem-se a softwares e US$ 9,9 bilhões a serviços, o equivalente a 1,70% e a 1,78% do mercado mundial, respectivamente. No mesmo período, o mercado mundial de softwares e serviços registrou pequeno avanço de 0,89% e movimentou US$ 880 bilhões.

O mercado mundial de Tecnologia da Informação apresentou desempenho inferior a 2008: US$ 1,43 trilhão em movimentações, com queda de 2,7% em relação ao ano anterior. A América Latina registrou o oposto: US$ 65 bilhões e crescimento de 6,5% no período.

2009

Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências / edição 2009
Dados consolidados de 2008

O mercado nacional de software e serviços manteve-se em 2008 na 12ª posição no cenário mundial e movimentou US$ 15 bilhões, um aumento de 35% em relação a 2007. Desse total, US$ 5 bilhões referem-se a software e US$ 10 bilhões a serviços, o equivalente a 1,68% e 1,72% do cenário mundial, respectivamente.

Em 2008, o mercado mundial de Tecnologia da Informação movimentou cerca de US$ 1,4 trilhão e o latino-americano US$ 61 bilhões, sendo que o Brasil representou o maior mercado na região, com 48% do total.

2008

Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências / edição 2008
Dados consolidados de 2007

Em 2007, o mercado nacional de software e serviços voltou à posição que ocupava 2005 no cenário mundial, a 12ª. O setor movimentou cerca de US$ 11,12 bilhões, um aumento de 22,3% em relação ao ano anterior. Desse total, US$ 4,19 bilhões referem-se a softwares, o que representa 1,6% do mercado mundial, e US$ 6,93 bilhões dizem respeito a serviços.

O mercado mundial de Tecnologia da Informação movimentou cerca de US$ 1,3 trilhão e o latino-americano US$ 47,7 bilhões. Nesse contexto, o Brasil correspondeu a 43,4%.

2007

Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências / edição 2007
Dados consolidados de 2006

O mercado brasileiro de software e serviços caiu uma posição no cenário mundial em 2006, ocupando a 13ª colocação. Em 2006, o segmento movimentou US$ 9,09 bilhões, um aumento de 22,6% em relação a 2005. Desse total, US$ 3,26 bilhões referem-se a software, o que representa 1,3% do mercado mundial e 43% do latino-americano. Os outros US$ 5,83 bilhões estão relacionados a serviços.

Em 2006, o mercado mundial de Tecnologia da Informação movimentou US$ 1,17 trilhão, sendo 38,8% provenientes de hardware, 20,9% de software e 40,3% de serviços.

2006

Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências / edição 2006
Dados consolidados de 2005

O mercado nacional de software e serviços subiu três posições no cenário mundial e passou a ocupar o 12ª lugar em 2005. O setor movimentou US$ 7,41 bilhões, sendo US$ 2,72 bilhões proveniente do segmento de software, o que representa 1,2% do mercado mundial, e 41% do latino-americano. Os outros US$ 4,69 bilhões são relativos a serviços correlatos.

Mundialmente, o mercado de Tecnologia da Informação movimentou US$ 1,08 trilhão, sendo que a classificação se dá em 40,8% para serviços, 20,5% software e 38,7% em equipamentos.

2005

Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências / edição 2005
Dados consolidados de 2004

O mercado brasileiro de software e serviços encerrou 2004 na 15ª posição no mercado mundial, tendo movimentado aproximadamente US$ 5,98 bilhões de dólares. Do total, US$ 2,36 bilhões referem-se a software, o que representou perto de 1,1%, do mercado mundial e 41,9% do mercado latino-americano. Os serviços responderam por US$ 3,62 bilhões.

O mercado mundial de TI Mercado Mundial de TI em 2004 foi de US$ 1 trilhão, sendo 38% de hardware, 20,6% de software e 41,1% de serviços.

pt_BRPT
pt_BRPT en_USEN