Conferência apresentou ferramentas de HCM e Panorama empresarial

 

Além dos números e dados dos investimentos do setor de software e serviços no Brasil, apresentados por Anselmo Gentile, diretor executivo da ABES, que detalhou estudo Mercado Brasileiro de Software e Serviços 2016 (confira a matéria), Carlos Alberto Sacco, diretor de marketing da ABES, apresentou outro estudo realizado pela entidade em parceria com a Neoway: Panorama do Tecido Empresarial do Setor de TI, que reuniu dados do IBGE, do RAIS e da Receita Federal. De acordo com o estudo, com base Cadastro Nacional de Atividade Empresarial – CNAE, o setor emprega mais de 288 mil profissionais em 157.684 empresas, sendo que 17.136 possuem 1 ou mais empregados.      
 
Sacco detalhou, em sua apresentação, dados como produtividade, quantidade de empresas abertas, distribuição geográfica de empresas, entre outros, e fez vários comparativos. Segundo o estudo, nacionalmente, a produtividade anual das empresas é de R$ 90 mil a R$ 100 mil por funcionário, enquanto que nas associadas à ABES fica entre R$ 150 mil e R$ 300 mil. “Este é o primeiro e pretendemos traçar este panorama trimestralmente. Por isso, é muito importante a contribuição de todos para que possamos aprimorá-lo e adaptá-lo às necessidades de nossas associadas”.
 
Programa HCM
 
Outra iniciativa apoiada pela ABES, apresentada na conferência por Edvar Pera Junior, diretor do Núcleo Softex Campinas, foi o Programa HCM – Human Capital Management (Gestão de Capital Humano, da sigla em inglês). Ele explicou que o programa começou com empresas do interior de São Paulo, por meio de uma pesquisa de salários no setor. “Verificamos a dificuldade de comparar as funções, que as remunerações eram muito discrepantes, que faltavam planos de carreira ou mesmo as descrições das atividades atribuídas a cada cargo”, disse.
 
A partir desse diagnóstico inicial, o Núcleo Softex Campinas conseguiu mobilizar 33 empresas, que juntas têm 3.674 profissionais, para a criação de uma plataforma online, que organiza os dados obtidos no mapeamento de cargos e salários praticados pelas organizações participantes. “Estas informações se tornam referência na hora de contratar e promover os funcionários. Queremos que mais empresas contribuam com dados para esta plataforma se estabelecer como importante ferramenta no processo de RH”, finalizou.  O programa inclui ainda a realização de fóruns regionais para a discussão das melhores práticas de gestão de pessoas no setor de TI.

“É um evento fantástico, que abre uma série de oportunidades, com palestras realizadas por pessoas competentes no que fazem. Parabenizo a ABES que nos surpreende de maneira positiva e que se constitui em uma associação que quer ajudar na construção de um Brasil novo. Sou uma pessoa privilegiada por poder participar de um evento dessa magnitude”, declarou José Calil Nassur, diretor da JC Nassur &Nassur Ltda.       

 
 Veja mais sobre a ABES Software Conference 2016:
 
Everardo Maciel aponta caminhos para a reforma tributária no Brasil – 16/09/2016

Painel debateu políticas públicas, mercado de trabalho e internacionalização – 16/09/2016

Indústria brasileira de TI investe US$ 60 bilhões e se mantém como 7° maior mercado no mundo – 16/09/2016

Insegurança jurídica, burocracia e excesso de regulamentações são os atuais desafios para o setor de software – 16/09/2016

Governo como indutor do setor de TI e da inovação – 16/09/2016

Conferência discute IoT, segurança e qualidade de software – 16/09/2016

 

acesso rápido

pt_BRPT
pt_BRPT en_USEN